O Impacto da Conscientização Ambiental na Indústria Gráfica

Como o movimento “Going Green” significou grandes mudanças para a indústria gráfica

Em um momento em que o mundo está se tornando cada vez mais consciente de como nosso meio ambiente é delicado, a indústria gráfica implementou muitas mudanças para reduzir seu impacto negativo sobre o meio ambiente e se tornar mais ecologicamente consciente.

Um grande número de empresas de impressão optou por ir além das regulamentações ambientais para se tornar Ecológico. Considerando a atual atitude do público e o movimento em direção à Conscientização Ambiental, esta não é apenas uma decisão acertada em termos de benefícios ao meio ambiente, mas também boa para os negócios.

O que significa ser uma gráfica “verde”? Existem várias maneiras pelas quais as gráficas podem reduzir o desperdício, reduzir ou eliminar o uso de produtos químicos prejudiciais e diminuir substancialmente seu impacto negativo no meio ambiente. Muitas empresas implementaram um Sistema de Gestão Ambiental (por exemplo, ISO 14001, EMAS), o que demonstra um verdadeiro compromisso com a melhoria contínua do seu desempenho ambiental.

PAPEL

Quase todo mundo está ciente do papel reciclado e a quantidade de papel reciclado está aumentando continuamente. Quando comparado ao uso de papel virgem, o uso de papel reciclado reduz substancialmente o consumo de água, o uso de energia e a poluição do ar e da água.

Muitas empresas de impressão começaram a usar papel reciclado ou reciclável que foi produzido especificamente para a indústria de impressão a partir de fontes de manejo sustentável, como um fornecedor de papel certificado pelo Forest Stewardship Council.

Ainda outro impacto ambiental da produção de papel é o uso de cloro para branquear a polpa de papel. O uso de cloro produz efluentes, altamente tóxicos para a vida marinha. Muitas impressoras começaram a usar papéis Totally Chlorine Free (TCF) ou Elemental Chlorine Free (ECF).

Tintas

O uso de tintas à base de óleo de soja, também conhecidas como tintas à base de óleo vegetal, é um avanço significativo na redução de produtos químicos prejudiciais usados ​​na indústria gráfica. As tintas à base de petróleo contêm altos níveis de solventes, que podem vazar para o lençol freático quando são enviadas para aterros sanitários. Algumas tintas à base de petróleo também contêm metais pesados ​​tóxicos.

As tintas à base de soja ou vegetais, ao contrário das tintas à base de petróleo, são um composto simples, o que significa que são muito mais biodegradáveis ​​e renováveis. Essas tintas são muito mais fáceis de remover do papel no processo de reciclagem, o que significa uma redução na quantidade de energia necessária para concluir o processo de reciclagem.

As tintas à base de soja são muito mais biodegradáveis ​​e renováveis. Eles são muito mais fáceis de remover do papel no processo de reciclagem, o que significa uma redução na quantidade de energia necessária para concluir o processo de reciclagem.

Revestimentos aquosos e laminados que são muito biodegradáveis, como tintas à base de soja, também estão sendo utilizados por mais empresas de impressão. Os revestimentos AQ e UV contêm quantidades muito baixas ou vestigiais de Compostos Orgânicos Voláteis (VOCs), o que significa que são usados ​​componentes menos prejudiciais que podem causar danos à atmosfera.

O aumento do uso da impressão digital no lugar dos métodos tradicionais de impressão teve um impacto ambiental. Muitas empresas de impressão que implementam a tecnologia de impressão digital usam a tinta Toner Seca, que é provavelmente a tinta mais ecológica usada pelas impressoras atualmente. A tinta de toner pode ser facilmente removida do papel, portanto, como a tinta de soja, a reciclagem é muito mais eficiente. As tintas de toner seco praticamente não produzem VOCs e não requerem produtos químicos para limpeza.

Muitas empresas de impressão que fornecem serviços de impressão de grande formato usam tintas UV a jato de tinta para itens impressos como banners, displays de loja ou displays de feiras. A tinta UV para jato de tinta é muito durável, mas não é ecologicamente correta. As bio-tintas acabam de chegar ao mercado de grandes formatos. À medida que se tornam mais disponíveis, as empresas de impressão de grande formato devem começar a usá-las no lugar das tintas UV de jato de tinta como uma alternativa menos perigosa e poluente.

Compostos orgânicos voláteis (VOCs)

Os processos de impressão convencionais têm resultado historicamente na liberação de grandes quantidades de compostos orgânicos voláteis conhecidos como VOCs. COVs são muito perigosos para as pessoas, animais e meio ambiente. Eles contaminam o solo e as águas subterrâneas e contribuem para a poluição do ar. Quando liberados no ar, os VOCs produzem gases de efeito estufa. Ao mudar para tintas à base de soja e revestimentos aquosos, as empresas de impressão conseguiram eliminar quase completamente os VOCs.

Soluções para álcool

Com a mudança para tintas à base de soja e revestimentos aquosos, muitas gráficas começaram a usar soluções isentas de álcool isopropílico (IPA) ou de umedecimento de baixo teor durante o processo de impressão. Esta é outra maneira que as impressoras estão reduzindo as emissões de VOC no meio ambiente.

Computer-To-Plate (CTP)

Muitas empresas de impressão implementaram o uso da tecnologia Computer-To-Plate, que elimina um estágio quimicamente intensivo no processo de impressão. Essa tecnologia permitiu às gráficas outra opção para reduzir significativamente o uso de produtos químicos tóxicos e a produção de poluentes, como VOCs.

Como o meio ambiente precisa cada vez mais de nós, é de extrema importância para a indústria gráfica continuar seu movimento no sentido de encontrar e implementar materiais e métodos menos poluentes e ecológicos na produção de produtos impressos.

Visite o Forest Stewardship Council para saber mais sobre esta organização sem fins lucrativos dedicada a incentivar o manejo responsável das florestas em todo o mundo.

Nossa empressa vende uma gama de soluções de impressão rápida, abrangendo a impressão adesivo, impressão digital adesivo, impressao offset… em Salvador.